Preparando-se para o Dia do
Julgamento no Tribunal do Carma
 
 
Malba Tahan
 
 
 
 
 
000000000000000000000000000000000000000
 
O conto a seguir é reproduzido de
“Lendas do Céu e da Terra”, Malba Tahan,
Ed. Conquista, RJ, 12a. edição, 1956, 222
páginas. Ver pp. 61-62. Acrescentamos notas.
 
(CCA)
 
00000000000000000000000000000000000000000
 
 
 
Era uma vez um homem que tinha três amigos. A todos dedicava grande interesse e não os esquecia um só momento.
 
Um dia o homem foi chamado a comparecer ao Tribunal, perante o grande Juiz.
 
Assustado, na incerteza do que poderia acontecer, procurou o primeiro amigo e pediu-lhe auxílio.
 
– Nada posso fazer em teu favor – respondeu o primeiro amigo. – Pagarei, apenas, as despesas da tua viagem!
 
O homem recorreu ao segundo. Este lhe disse:
 
– Tenho muito medo desse Juiz que vai decidir sobre o teu destino. Só posso levar-te, meu caro, até à porta do Tribunal.
 
Diante do embaraço em que se achava apelou o homem para o último amigo que lhe restava.
 
O terceiro amigo atendeu sem hesitar ao pedido do homem; acompanhou-o até à presença do Juiz e esforçou-se, com dedicação e carinho, pela sua absolvição.
 
Sabe quais são os três amigos do homem?
 
O primeiro é o Dinheiro; o segundo a Família e o terceiro, as Boas Ações.
 
Quando o homem morre e é levado ao tribunal de Deus [1], o Dinheiro não o acompanha; a Família vai levá-lo até ao cemitério; as Boas Ações é que vão com ele ao Supremo Julgador.[2]
 
 
NOTAS:
 
[1] As inteligências divinas são muitas e não uma só. Portanto não é correto imaginar um deus monoteísta, cuidando individualmente da vida de cada árvore, de cada animal, cada estrela, de cada galáxia e cada ser humano. Há, porém, sem dúvida alguma, uma lei universal. Ao morrer, cada indivíduo passa por um processo de recapitulação ou “julgamento” da encarnação que termina. Esta recapitulação é feita de acordo com a Lei do Carma e define o rumo da alma e a qualidade do pós-morte, que preparará a reencarnação. A duração do intervalo entre duas encarnações varia – salvo exceções – entre 1.000 e 4.000 anos. Leia o artigo “O Processo Entre Duas Vidas”. (CCA)
 
[2] Supremo Julgador: A Alma Espiritual, Atma, Mônada, o Eu Superior, o Eu que Reencarna. (CCA)
 
000
 
O conto “Os Três Amigos do Homem” foi publicado nos websites associados dia 03 de dezembro de 2019.
 
Clique para ler o artigo “O Mundo de Malba Tahan”, de Carlos Cardoso Aveline.
 
Examine um texto dialogado em que Malba Tahan explica como criou sua obra. Veja outros contos de Malba Tahan.
 
000
 
O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 
 
 
Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:   
 
 
000