Uma Filosofia de Respeito
Pela Vida e por Todos os Povos
 
 
Carlos Cardoso Aveline
 
 
 
Winston Churchill, o primeiro-ministro inglês,
cumpriu um papel decisivo na segunda guerra
 
 
 
De vez em quando chegam aos teosofistas perguntas sobre como a filosofia esotérica autêntica vê fenômenos como o nazismo, o fascismo e outras formas de crime contra a humanidade.
 
Estes dois artigos esclarecem a questão:
 
 
 
Mas é preciso levar em conta o fato de que plágio e roubo de ideias sagradas são cometidos por criminosos. Este artigo, de Joaquim Soares, esclarece como a cruz suástica, símbolo da sabedoria oriental, foi usada por inimigos da humanidade:
 
 
Disfarçando suas intenções, apoiados pelo Vaticano e usando uma grande máquina de propaganda, Hitler, Mussolini e outros delinquentes destruíram a maior parte da Europa.
 
Por outro lado, o movimento teosófico esteve sempre ligado aos Estados Unidos, à Índia e à Inglaterra, desde o seu nascimento. Não ficou nem um pouco neutro no processo, mas partilhou o destino e a vitória dos democratas sinceros, conforme mostra o seguinte artigo:
 
 
O movimento teosófico tem a satisfação e o privilégio de promulgar uma filosofia do respeito à vida. A sua visão de futuro é humanista e fraterna, como se pode ver neste artigo:
 
 
A filosofia esotérica de Helena Blavatsky propõe a harmonia entre todas as nações e etnias, e ensina o completo respeito pelos direitos e tradições de cada uma delas.
 
000
 
O artigo acima foi publicado nos websites associados no dia 02 de dezembro de 2019.
 
000
 
 
000
 
O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 
 
 
Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:   
 
 
000