A Vida Longa Como uma Obra de Arte
 
 
O. S. Marden
 
 
 
 
 
000000000000000000000000000000000000000000000000000
 
Nota Editorial de 2020
 
O ensaio a seguir é reproduzido do livro
A Obra Prima da Vida”, de O. S. Marden,
Livraria Figueirinhas, 274 pp., publicado na década
de 1950, Porto, Portugal, ver pp. 235-274. A ortografia
foi atualizada. Termos caídos em desuso foram
substituídos por palavras usadas e conhecidas no século 21.
 
Verificamos que a tradução do inglês, feita por
Vítor Hugo Antunes, é extraordinariamente livre.
Mantém-se em termos gerais fiel às ideias de Marden,
porém com frases em grande parte criadas pelo tradutor.
Numerosos trechos são omitidos. Outras tantas
frases, não escritas por O.S. Marden, são incluídas.
Optamos por aceitar e divulgar o texto mesmo assim,
porque é valioso apesar da excessiva liberdade de quem
o traduziu, e tem mérito próprio embora não possa ser
visto como tendo sido todo ele escrito por Marden.
 
(Carlos Cardoso Aveline)
 
0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
 
 
 
Dizem as lendas mitológicas que, fugindo a ninfa Castália ao assédio posto por Apolo à sua formosura, ela se metamorfoseou na fonte do seu nome, que no Parnaso servia para o descanso das Musas.
 
Tamanha era a virtude das suas águas, acrescentam as lendas, que rejuvenesciam quem nelas se conseguisse banhar, por velho que fosse.
 
Sem procurar descobrir o simbolismo que esta antiga lenda contém, bem pode dizer-se que todos temos no nosso íntimo uma fonte de Castália, não imaginária nem mitológica, mas feita de linfa rejuvenescedora, capaz de competir em eficácia com o mais afamado elixir de longa vida. Porque o rosto só nos denunciará os anos quando o consentir o pensamento. Quando o pensamento nos brota da mente límpido e puro, ele é a sempre abundante fonte de Castália.
 
Pela renovação dos pensamentos renovamos os corpos, e não há meio mais precioso de destruir um vício do que repelir primeiro o pensamento que o alimenta.
 
 
 
 
000
 
O artigo “A Fonte de Castália” foi publicado nos websites associados dia 28 de julho de 2020.
 
 
000
 
O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 
 
 
Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:
 
 
000