Com Algumas Decisões Para o Dia de Amanhã
 
 
Carlos Cardoso Aveline
 
 
 
 
 
Agirei de modo justo e equilibrado.
 
A insignificância externa abre o caminho do significado profundo. A derrota no mundo prepara a vitória do espírito.
 
Não será buscada por mim a felicidade como fato isolado. Adotar esta meta provocaria o declínio do meu sentido ético. Prefiro construir as causas da felicidade incondicional. Cumprir o dever é minha proteção. [1] O inegoísmo constitui a base do contentamento.
 
Serei honesto com minha alma. Escutarei aquele nível de silêncio que produz comunhão com independência.
 
A maldade que vejo não me impressiona. Deixo-a para trás. Vigilância significa desapego. A bondade que experimentei me inspira: agradeço à vida pelos gestos solidários.
 
Busco a eficiência. Celebro o tempo que passou, tiro lições e avanço. Começo de zero a cada novo dia. Guio-me pelo ideal.
 
A agulha da minha bússola aponta para aquilo que é moralmente bom, belo e verdadeiro.
 
Viverei como um hóspede anônimo do planeta: o nome dado a mim por meus pais é um pseudônimo válido para a presente encarnação.
 
No anonimato essencial, encontro a verdade sem palavras. Nela moro de fato. A cada dia, reforçarei a presença do eterno, da bondade e da sinceridade.
 
Pagarei o preço por isso. Irei enfrentar os mecanismos da hipocrisia, abrindo caminho para a ciência do viver.
 
Om, shanti. Namaskar.
 
NOTA:
 
[1] Veja em nossos websites o artigo “As Quatro Proteções do Guerreiro”.
 
000
 
Uma versão inicial de “Oração Diante do Futuro” foi publicada sem indicação do nome do autor em “O Teosofista” de janeiro de 2017, pp. 1-2.
 
000
 
O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 
 
 
Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:   
 
 
000