Obtendo Referências e
Orientações Nobres e Elevadas
 
 
Juan Pedro Bercial
 
 
 
 
 
Existe em muitas pessoas uma “chama viva”, um desejo de conhecer e compreender que as leva a uma busca pessoal e à tentativa de descobrir os mistérios da Vida.
 
Em 2014, enquanto fazia uma pesquisa sobre Leibniz, encontrei aparentemente por acaso os websites vinculados a “The Aquarian Theosophist” e “O Teosofista”. Considerei o enfoque deste grupo sério e filosófico, e comecei a participar de “E-Theosophy”, em Yahoo. [1]
 
Então compreendi que existe um grande número de enfoques de Filosofia que podem ressoar em harmonia com o nosso caminho pessoal. Percebi que o movimento teosófico não deve ser visto como uma “Sociedade” formal na qual possuímos uma carteira de sócio, pagamos uma taxa e uma hierarquia de “pessoas iluminadas” nos irá revelando a verdade gradualmente. 
 
Tendo identificado uma clara afinidade com o ponto de vista do trabalho teosófico criado por E-Theosophy, comecei a participar do seu esforço editorial em espanhol, traduzindo capítulos do livro “The Fire and Light of Theosophical Literature[2] e vários artigos que consolidaram a minha aprendizagem sobre o movimento.
 
Entrei em uma nova fase de aproximação. Havia visto que o movimento não pode ser forçado a fechar-se dentro de estruturas artificiais de poder. O movimento é uma onda de esforços para beneficiar a humanidade. Tem estado presente na evolução humana desde muito antes de 1875, quando Helena Blavatsky começou o seu trabalho público. Eu havia entrado em contato com o movimento como um todo através da afinidade e da experiência, em seus aspectos exotéricos e esotéricos. Havia começado a perceber os diferentes níveis através dos quais o movimento funciona.
 
Como um organismo vivo, o projeto teosófico se revitaliza mediante a renovação e o esforço constante dos seus associados (sem necessidade de burocracia de nenhum tipo). Há muitos teosofistas que, em suas ações, vivem a teosofia e baseiam sua atuação na Ética, e muitos outros teosofistas que possuem todo tipo de carteira de sócio, mas cujo interesse em teosofia é apenas nominal.
 
Depois de muito estudo e reflexão, percebi que compartilhava com os membros de E-Theosophy a metodologia de estudo e o apoio mútuo necessário ao longo do Caminho. As condições podem ser diferentes para cada indivíduo, mas o mais importante, tanto em uma Loja como em um grupo, é que exista uma egrégora de consciências com a qual haja uma forte afinidade. A força da união destes grupos não é externa (dinheiro, poder), mas consiste na força do compromisso individual dos seus membros.
 
Em setembro de 2016, depois de uma análise cuidadosa do movimento teosófico em escala global, membros de E-Theosophy e outras pessoas decidiram criar a Loja Independente de Teosofistas, LIT. Considerava-se que o grupo tinha a sua própria perspectiva do movimento, mas que era correto manter um sentimento de respeito para com a Loja mais ampla da qual surgia a LIT. Neste momento decidi ser um associado da LIT.
 
Um teosofista que encontra seu lugar natural para crescer junto com outras pessoas dentro do movimento também compreende que cada esforço individual contribui para o movimento, e o movimento realimenta o estudante.
 
O indivíduo vê que seus pensamentos, sua fala e suas ações têm um efeito inevitável na egrégora teosófica, a qual, como um conjunto de pilhas elétricas em série, ajuda a humanidade com sua intenção coletiva e seu esforço. Como em todo grupo humano, pode haver erros; mas quando o erro é cometido desde uma perspectiva de compromisso e responsabilidade, constitui um elemento de crescimento e nenhum esforço é feito em vão. A sinceridade é fundamental, porque o esforço deve ser honesto e é necessário que haja congruência e coerência interna. O altruísmo não pode ser deixado de lado para seguir o que é “politicamente correto”, ou, pior ainda, para cair na hipocrisia e na crença cega.
 
Ninguém que se aproxima do movimento deve esperar uma pedagogia “de cima para baixo”. Naturalmente, haverá indivíduos que estão mais avançados no estudo da Teosofia, mais familiarizados com o cânone da Literatura, mais envolvidos com o desenvolvimento da Literatura e com a recontextualização do cânone. Não há na teosofia autêntica “graus”, juramentos secretos, rituais e uma pedagogia passiva. O progresso de cada indivíduo se baseia no mérito e no esforço e não existe um guru externo ou Mestre além do nosso próprio Eu Superior.
 
O objetivo do movimento não é o crescimento egoísta dos seus indivíduos. É proporcionar um conjunto de referências e orientações para ideais nobres e elevados. É ajudar a humanidade em sua evolução, e não há nisso novidade alguma. Muitos movimentos que há longo tempo têm inspirado a humanidade a melhorar a si mesma (abolição da escravatura, direitos dos trabalhadores, desarmamento nuclear, ecologia, etc.) foram estimulados pelos Mahatmas, os Irmãos Mais Velhos que supervisionam e ajudam a humanidade desde o começo dos tempos. 
 
NOTAS:
 
[1] “E-Theosophy” é o equivalente em inglês do e-grupo luso-brasileiro “SerAtento”. Ambos estão em YahooGrupos. Clique aqui para ir ao website de E-Theosophy.
 
[2]The Fire and Light of Theosophical Literature”, Carlos Cardoso Aveline, The Aquarian Theosophist, Aveiro, Portugal, 2013, 255 pp.
 
000
 
Nascido na Espanha, o teosofista Juan Pedro Bercial tem mestrado em Matemática Pura (Geometria), e doutorado em Matemática Aplicada (Materiais). Atualmente ensina Matemática em uma universidade do Noroeste da Inglaterra.
 
000
 
O artigo acima é uma tradução de “Acercándose al Movimiento Teosófico”. O texto também está publicado em inglês.
 
000
 
 
000
 
O grupo SerAtento oferece um estudo regular da teosofia clássica e intercultural ensinada por Helena Blavatsky (foto). 
 
 
Para ingressar no SerAtento, visite a página do e-grupo em YahooGrupos e faça seu ingresso de lá mesmo. O link direto é este:   
 
 
000